Mensagens populares

domingo, 30 de dezembro de 2012

Pôr -do- Sol (Cabo da Roca - Oceano Atlântico)


"XII - PRECE"

Senhor, a noite veio e a alma é vil.
Tanta foi a tormenta e a vontade!
Restam-nos hoje, no silêncio hostil,
O mar universal e a saudade.
Mas a chama, que a vida em nós criou,
Se ainda há vida ainda não é finda.
O frio morto em cinzas a ocultou:
A mão do vento pode erguê-la ainda.
Dá o sopro, a aragem — ou desgraça ou ânsia —,
Com que a chama do esforço se remoça,
E outra vez conquistemos a Distância —
Do mar ou outra, mas que seja nossa!

Fernando Pessoa, Mensagem

sábado, 29 de dezembro de 2012

Cabo da Roca




"Eis aqui,
 (...)
Onde a terra se acaba e o mar começa 
 (...)
 Esta é a ditosa pátria minha amada,(...)."


Luís de Camões, Os Lusíadas (Canto Terceiro, estrofes 20 - 21)

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Cabo da Roca - Mar Português


Cabo da Roca - Mar Português

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.


Fernando Pessoa, in Mensagem

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Feliz Natal 2012


Votos de um Santo e Feliz Natal

"Natal"

Natal… Na província neva.
Nos lares aconchegados,
Um sentimento conserva
Os sentimentos passados.
Coração oposto ao mundo,
Como a família é verdade !
Meu pensamento é profundo,
Estou só e sonho saudade.
E como é branca de graça
A paisagem que não sei,
Vista de trás da vidraça
Do lar que nunca terei !

Fernando Pessoa